O impacto dos aplicativos de namoro online na sociedade

Você já ouviu falar da teoria dos seis graus de separação? É um estudo de 1967 baseado nas ideias do psicólogo americano Stanley Milgram. Milgram defende que duas pessoas quaisquer do mundo estão conectadas por, no máximo, seis graus de separação. Essa reflexão, quase que inacreditável, mostra o poder das redes de conectar pessoas, mesmo que distantes.

Evidentemente esse conceito desconsidera a força entre as conexões. Ou seja, não importa a intensidade do grau de separação, maior ou menor contato, entre pessoas. Entender esses laços é super importante, pois impacta diretamente em nossa sociedade, economia, mercado de trabalho e etc. Por exemplo, se você estiver procurando um emprego, é mais provável encontrar algo através de amigos mais próximos do que distantes. Para quantas pessoas de distância você está disposto a pedir uma recomendação? Ou até, se você quer vender um produto e gostaria que sua propaganda atinja um grande público, quantas pessoas você convenceria sobre seu produto para que elas espalhem a sua publicidade? Como garantimos que essa informação não fique presa dentro de um único grupo?

As pessoas tendem a se organizar em grupos com laços fortes, os quais se conectam a outros grupos por laços fracos. Esses laços são essenciais pois, tradicionalmente, é a partir deles que casais se conhecem ou novas amizades são formadas. Como vocês sabem, a maior parte das pessoas não costumam namorar um de seus melhores amigos. Além disso, os laços fracos podem nos dar acesso a outras realidades. Sem essas novas conexões, ficaríamos restritos a pessoas que compartilham a mesma condição social, que moram próximos, trabalham juntas, estudaram na mesma escola, etc.

De acordo com pesquisas recentes realizadas nos EUA, essa forma de interligação de redes e estrutura social está mudando por conta dos aplicativos de namoro online. Isso porque, através desses dispositivos, as pessoas costumam conhecer pessoas sem nenhum vínculo. Além disso, essa tecnologia está em segundo lugar no ranking de como casais heterossexuais costumam se conhecer e, para casais homossexuais, é, de longe, a maneira mais usual.

Esse é apenas um exemplo de como novas tecnologias criadas com programação afetam nossas estruturas sociais e tornam nosso mundo cada vez menor. Desde o avanço da internet no final do último século, as pessoas estão cada vez mais conectadas e abertas para conhecerem novas pessoas e culturas.