Como conseguir seu primeiro emprego como desenvolvedor?


Quando você está apenas começando no mundo da programação, parece quase impossível se colocar no mercado de trabalho. Além disso, a maioria das empresas buscam um profissional com grande experiência em diversas linguagens. Nesse cenário, muitos se perguntam: “Como conseguir meu primeiro emprego como desenvolvedor se ainda não possuo experiência?”

Para você que deseja iniciar no mercado de trabalho mas ainda não sabe muito bem como se apresentar, esse artigo em parceria com o ProgramaThor servirá como um pequeno guia profissional.

1. Otimize seu currículo

Você deve acreditar, assim como a maiorias dos profissionais em início de carreira, que um currículo deve ser longo e lotado de informações sobre a sua vida… Mas isso não passa de uma grande ilusão. Saiba que os recrutadores querem gastar o mínimo de tempo possível analisando currículos, portanto, um material repleto de conteúdo inútil pode tirar o foco do que realmente importa nas suas qualificações.

É muito normal querermos mostrar tudo o que sabemos para aqueles que estão nos avaliando e muitas vezes acabamos atribuindo aos nossos currículos skills nos quais não temos experiência suficiente.

Os recrutadores estão procurando um desenvolvedor com as características pedidas na “vaga” e nada mais que isso. Experiências em tecnologias que não fazem parte do trabalho pedido, não farão de você um melhor profissional em relação aos seus concorrentes.

2. Crie um Portfólio

A apresentação de portfólios sempre foram utilizados em profissões envolvendo design ou fotografia/artes, para que os profissionais possam mostrar alguns de seus melhores trabalhos e contribuições. Porém, muitos recrutadores hoje em dia estão cobrando portfólios de programadores também.

Pelo fato de ser um trabalho quase 100% prático, é essencial para alguns contratantes ter certeza de que os convocados para entrevista ou teste presencial realmente tenham experiência no ramo. Isso é feito principalmente para não perder tempo com candidatos falsos.

Se você possuir uma conta no GitHub com diversas contribuições e avaliações positivas, vá em frente e use-o como portfólio. Se não, você pode criar sites ou aplicativos bem desenvolvidos, contendo alguns dos seu melhores projetos.

3. Estude!

Você pode achar que os recrutadores estão apenas buscando desenvolvedores que saibam produzir na frente de um computador, codificando o dia inteiro, mas isso está longe de ser verdade.

Quando você for convocado para sua primeira entrevista, irá descobrir que eles querem testar o seu conhecimento e sua capacidade de manter uma conversa inteligente e produtiva.

Dedique parte do seu estudo em programação para um conteúdo teórico. Saiba como surgiu a tecnologia que você domina, a suas principais utilidades, seu histórico, suas aplicações mais famosas.

Para isso, fique sempre atento aos textos presentes nos livros, blogs dedicados totalemente à programação e até mesmo canais no Youtube com ênfase no desenvolvimento.

4. Pratique!

As empresas estão buscando um programador que não tenha apenas um currículo completo, mas que saiba colocar tudo que está lá em prática (até mais um pouco).

Você será convocado para uma entrevista se possuir um currículo atrativo e após isso, você passará para um teste prático, sem acesso à materiais de apoio na maior parte da vezes. Existem muitos casos que você também terá que escrever os seus códigos em um papel ou em um quadro.

Portanto, tenha em mente que a sua preparação prática deve estar muito bem encaminhada.
O tempo de preparação médio ideal para ter grandes chances de sucesso em seu teste prático é aproximadamente 800 horas em exercícios de codificação e 300 horas construindo aplicações reais. Produza constantemente e treine duro seu conhecimento teórico para aumentar suas chances de conseguir uma vaga em uma empresa!

Hora de conseguir um emprego!

Apesar das dicas acima parecerem muito óbvias, a disciplina para segui-las são de extrema importância e serão decisivas para sua colocação no mercado de trabalho.

Procure estar melhorando sempre, buscando conhecimento de mercado, domínio de novas tecnologias e treinando sua aplicação prática. Desta forma, você com certeza ganhará destaque vis-à-vis seus concorrentes.

Se você leu o post, se considera preparado e está procurando por vagas para desenvolvedores front-end, back-end ou full stack, confira o site da ProgramaThor. Uma plataforma focada no recrutamento de profissionais de TI. Entre no site e confira a lista de vagas para desenvolvedores disponíveis.