Dificuldades em configurar o Sublime?

O Sublime Text é uma ferramenta fantástica para programarmos. Ele é extremamente leve e bem rápido. Neste post vamos aprender a configurar o Sublime para programar em Python. Vamos começar?

 

Instalando o Python

1) Faça o download do Python no site: https://python.org
2) Instale o Python 🙂

 

Instalando e configurando o Sublime

1) Faça o download no site https://www.sublimetext.com/
2) Encontre o local no qual o Python foi instalado no seu computador e anote esse caminho.
3) Abra o Sublime e vá em Tools > Build System > Python. Crie um novo arquivo, digite um programa em Python e tente dar build (ctrl+B). Caso funcione, você não precisa de mais nada!
4) Caso o passo anterior não tenha funcionado, vá em Tools > Build System > New Build System.
5) Apague o que vier entre as chaves { } no arquivo padrão e substitua por “cmd” : [“caminho_do_Python”, “-u”, “$file”]. No Windows o padrão dos caminhos é a barra ser “\”. Troque-a por “/”.
6) Salve esse arquivo como Python3.sublime-build na pasta sugerida pelo próprio Sublime.
7) Repita o passo 3, agora selecionando Python3. Se funcionar, sucesso! Mas ainda existe a possibilidade de você ter problemas com input. Caso isso ocorra (no Windows é normal), podemos resolver ao instalar uma extensão chamada SublimeREPL. Segue tutorial abaixo:

 

Instalando e configurando o SublimeREPL

1) Abra o Sublime e vá em View > Show Console.
2) Cole o texto gigante disponível em https://packagecontrol.io/installation
3) Reinicie o Sublime e vá em Preferences > Package Control.
4) Digite Install e em seguida SublimeREPL.
5) Vá em Preferences > Package Settings > SublimeREPL > Default Settings e copie todo o seu conteúdo.
6) Vá em Preferences > Package Settings > SublimeREPL > User Settings e cole o texto copiado. Localize a linha “default_extend_env”: { conteúdo } e troque o conteúdo por “PATH”:”caminho_do_Python” (novamente substituindo pelo caminho copiado no passo 2 do tutorial anterior).
7) Reabra o arquivo criado no passo 6 do tutorial anterior e substitua todo o conteúdo entre chaves { } por:
“target”: “run_existing_window_command”,
“id”: “repl_python_run”,
“file”: “config/Python/Main.sublime-menu”

 

Ufa! Parece trabalhoso, mas passada essa amolação inicial você está livre para personalizar a interface como preferir e partir para a programação.