Front-End, Back-End ou Full Stack? Por onde começar ?

Uma das áreas da programação que mais cresce atualmente é a área de Desenvolvimento Web. Para uma empresa, ter um site hoje é tão importante quanto ter um endereço físico, logo, essa é uma área em expansão contínua.  Desenvolvimento Web possui 3 vertentes que você pode se especializar. Elas são: Front-End, Back-End e Full Stack.

Primeiro vamos entender um pouco melhor como funciona a construção de um sistema web. Podemos comparar um site com uma loja. Tanto um site quanto uma loja podem ser divididos em 2 partes diferentes. Existe a parte que os clientes vêem e a parte administrativa. Há o balcão e a vitrine, que é a parte que os clientes podem ver e interagir, e existe o estoque e o caixa, onde os clientes não têm acesso.

Front-End

Nossa vitrine em Web é o Front-End. Ele é responsável pode deixar a página bonita e fácil de acessar para o usuário do site. Aqui entram algumas coisas que estão na moda como UI/UX e muito de design pode ser utilizado no Front-End. Se você tem facilidade com desenhos e design é uma ótima opção para você começar a programar.

As principais linguagens utilizadas no front-end são: HTML, CSS e JavaScript. Existem vários frameworks utilizados para facilitar o desenvolvimento e deixar o site muito mais polido e com um bom acabamento. Alguns deles são: BootStrap, jQuery, Angular e Vue.js.

Back-End

Back-End corresponde à parte administrativa do nosso site. Ele vai ser responsável por lidar com banco de dados, requisições HTTP, sistema de login, garantir a persistência e integridade dos dados. Se você não tem facilidade em garantir que as coisas tenham um bom visual ou não sabe muito bem quais cores encaixam bem com o que, essa é uma boa área pra você.

No back-end existem várias linguagens diferentes que podem ser utilizadas. Você pode programar em: C#, Java, Python, JavaScript. Frameworks famosos para a construção do back-end de um site são: Django, Node.js, Laravel, Spring, .NET

Full Stack

Full Stack significa “pilha completa”. Ela significa alguém que consegue desenvolver um sistema web completo, ou seja, tanto o front quanto o back.

Ambos são muito importantes e necessários quando você precisa fazer um site ou um sistema web. Para sites mais simples o back-end não precisa ser tão complexo, para outros sistemas ele é a chave que conecta tudo.

A grande vantagem de conseguir/ser um programador full stack é a garantia que tanto a parte visual quanto a parte de regras do sistema estarão integrados e funcionando corretamente. Quando se tem dois programadores trabalhando no mesmo sistema você possui um maior grau de especialização, em geral, eles serão melhores nos seus campos específicos. Tudo vai depender da demanda do projeto.

Mas por onde começar ?

Se você quer aprender programação web, você precisa começar de algum lugar. Tudo vai depender do que você gosta de fazer, esse é o fator mais importante. Se você se empolga com desenhos, interfaces e sites bonitos e bem feitos, você pode começar com Front-end. Caso você prefira meter a mão em código com telas pretas e acha isso o máximo, pode começar pelo Back-end.

Nos dois casos, escolha uma ferramenta que bastante gente está usando, pois dessa forma você conseguirá suporte da comunidade.

Caso você tenha uma maior facilidade em aprender com ajuda de um professor, você pode dar uma olhada nos cursos de Python e Web Front-end. São ótimas maneiras dar sua largada no universo da programação.